Kruger National Park – Sabi Sabi

Kruger National Park – Sabi Sabi

Viajar fazendo um safári é uma experiência única. Ela já começa com um gostinho de aventura. E se você é marinheiro de primeira viagem tem que logo  ir aprendendo algumas coisinhas: familiarize-se com o termo Big Five, são eles o leão, o leopardo, o rinoceronte, o elefante, o búfalo e o leopardo – animais que o homem tem dificuldade de caçar. O bacana é que nos games (nomes dados ao safáris) a caça não está na brincadeira, apenas somos expectadores de um reality show que passa no meio da savana africana. As saídas em busca do rei da selva – o leão é o que todos mais querem ver – acontece cedinho, antes do sol nascer e justamente quando ele se põe, durante à noite os animais caçam, de dia ele descansam e entre o chegar e sair das estrelas tentamos a sorte de admirar a vida selvagem. Fazer um safári com seu amor é ainda mais gostoso. Ficar agarradinha nele, nos land Rovers abertos, com mantinhas para aquecer as pernas e bolsas de água quente para amenizar o frio das primeiras horas da manhã e do anoitecer é um luxo necessário. Provocar uma maior aproximação ao ver um elefante passar rente a seu jipe,  contemplar o pôr do sol na savana com o céu amarelado e as árvores em silhueta, desfrutar de um happy hour digamos que … difrente. Dentro do Kruger National Park, uma reserva particular na África do Sul, estão os lodges do Sabi Sabi. Há que se ter coragem para levantar da cama e deixar o conforto dos lodges charmosos e decorados com mobiliário rústico-chic e aventurar-se no mundo animal. As refeições são feitas em salas meio abertas, apenas com uma cobertura no teto e livre de paredes. Os jantares são o ponto alto, num estilo acampamento sofisticado as mesas são dispostas ao redor de um grande fugueira e a iluminação fica por conta dos lampiões e das estrelas. Durante o dia, entre os games, a pedida é ficar desfrutando da vida na piscina com vista para a savana, entre um mergulho e outro dá para observar uma girafa ou rinoceronte ali bem pertinho de você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *